Bombas !!!...de água

(JS-3/2003)

Invisíveis , fechadas em casa de bombas, a maioria silenciosa, funcionam automaticamente e portanto sem manuseio/acesso dos condôminos que , até por isso não sabem de sua existência e não lhes dão o devido valor e importância. No entanto, elas são responsáveis pelo bem estar e conforto de todos, mais até que elevadores, portões automáticos , interfones, etc (inexistentes em alguns prédios). São responsáveis pelo abastecimento de água potável, pela drenagem de águas servidas de chuvas, limpeza e esgoto, garantem maior segurança em caso de incêndio, proporcionam lazer em piscinas e bem estar em sistemas de ar condicionado central. Impossível imaginar um edifício sem elas.

O funcionamento das bombas d’água existentes em um edifício não pode falhar de forma alguma ; isso acarretaria falta de água, inundações, interdição de piscinas e pior, sérios danos materiais e pessoais no caso de uma falha da bomba de incêndio.

Devemos lembrar que se trata de uma máquina que trabalha para todo o prédio e condôminos 24:00 hs por dia ,o mês e o ano todo e, como toda máquina, necessita de revisões , reparos , e um acompanhamento constante preventivo não só da moto-bomba em si, mas de todos os seus componentes e pertences; isto é, de todo o sistema hidráulico e elétrico que constitui , no seu conjunto, um grande e caro patrimônio.

Inúmeras vezes, a falta de atenção e/ou cuidados neste tipo de equipamento acaba provocando surpresas desagradáveis; reparos constantes , desperdício e/ou falta de água, panes elétricas e hidráulicas, gastos extras elevados , etc. comprometendo o orçamento planejado do prédio.

Esses transtornos e gastos extras são minimizados com a contratação de serviços de conservação, junto a empresas especializadas, idôneas, com larga experiência nesta área específica, que através de controle rigoroso asseguram maior vida útil a todo o sistema e dão suporte total em caso de panes principalmente nos fins de semana e feriados com plantões, bombas reserva, estoque de peças sobressalentes, etc . Como nos declara o Engº Sergio da SEMAB BOMBAS Ltda: “este tipo de contrato inclui inspeção e avaliação de todos os componentes do sistema de bombeamento, mensalmente, praticamente triplicando a vida útil e evitando ao máximo surpresas desagradáveis e prejuízos. Engana-se totalmente o Síndico que não os tem no edifício, já que esta atitude provoca, na verdade, um sucateamento de todo o patrimônio do prédio armando, assim, uma verdadeira bomba-relógio para a próxima gestão e condôminos. Quando isso ocorre, gastase cinco vezes mais “.

É preciso considerar não só o custo, mas também o custo-benefício dos contratos de serviços, do nível de atendimento, do suporte técnico, dos orçamentos de reparos de bombas, das trocas de peças, etc, “ considerando que peças originais, de boa qualidade e com garantia são mais caras que as de 2ª linha ou paralelas, como também atendimento imediato.

Muitos outros fatores influenciam no bom funcionamento de um sistema de bombeamento: qualidade da água e limpeza dos reservatórios, temperatura e ventilação ambiente na casa de bombas, variação e/ou sobrecarga da rede elétrica, “reparos” efetuados por zeladores e diferentes pessoas, pouco ou, não habilitadas, como também em fazer da casa de bombas um depósito de materiais e/ou de lixo, coisas muito comuns” , completa o Engenheiro.

Um equipamento que faz parte, em alguns edifícios, do sistema de bombeamento e que merece atenção muito especial, são os filtros centrais e filtros de piscinas. As cargas filtrantes, normalmente areia especial e carvão ativado, tem vida útil limitada independente de manutenção preventiva. Estas cargas devem ser trocadas no seu devido tempo, já que podem agir de modo contrário ao especificado: ao invés de filtrar/desinfetar a água, vão impregnar e infectar a mesma por estarem saturadas de sujeira, bactérias, fungos, etc mesmo utilizando o processo de lavagem e retro-lavagem do próprio filtro. Neste ponto, podem causar doenças, danos hidráulicos diversos, desgastes prematuros de bombas, filtros, etc. Prezado leitor, muita atenção em tudo isso.

Sergio A.T.Leite-SEMAB

Envie seu Orçamento!